55 (47) 3241-0800

NOSSO BLOG

Todas as novidades em um só lugar

O QUE ESTARÁ EM ALTA NO VAREJO 2020

24 de janeiro de 2020

Você já ouviu falar na NRF Retails Big Show? Trata-se da maior feira global do varejo, conhecida por divulgar as principais tendências do ano para o varejo mundial, trazendo conteúdos e líderes do setor na abordagem dos assuntos. A última edição da NRF aconteceu entre 12 e 15 de janeiro desse ano, reunindo pessoas do mundo inteiro – cerca de 40 mil varejistas de dezenas de países.

Dessa forma, como estamos falando do principal evento de varejo do mundo, separamos as principais tendências reveladas na feira que podem ajudar você a ficar antenado e estar preparado para encarar os desafios do seu negócio. Veja só.

Connected commerce

O varejo conectado foi uma das tendências apresentadas na feira, cuja prática acelera a transformação digital das companhias. É importante destacar que o conceito omnichannel, que está totalmente relacionado ao varejo conectado, ainda é bastante válido, porém, vai além da presença nos canais de venda, incluindo estratégias de pagamento, integração de dados e a própria personalização do relacionamento com os clientes.

Customer Centricity

A Customer Centricity traduz a centralização no consumidor, que nada mais é do que orientar as estratégias do negócio conforme o perfil e a demanda dos seus clientes, fator determinante para manter sua marca relevante e ativa no varejo.

Novos modelos de negócio

Com as transformações constantes, emergem novos modelos de negócio no cenário varejista. Um exemplo são as Raas, Retail as a Service, espaços coletivos que incluem diferentes marcas na sua estrutura.

Pessoas

A feira também trouxe à tona a importância das equipes dentro das lojas. É necessário que se trabalhe com o objetivo de oferecer melhor experiência para os clientes. Além disso, fazem-se necessárias novas formas de relacionamento com os funcionários.

Propósito

Com o crescimento da competitividade, a função exclusiva de intermediar a venda de produtos ou serviços não pode ser vista como suficiente para os varejistas. O consumidor tem demandado posicionamentos definidos das empresas das quais compram, ou seja, propósito, autenticidade e transparência.

O comportamento de compra promete mudar de forma radical nos próximos anos. A exigência do consumidor e a preocupação com o impacto das suas ações na cadeia de consumo tornam fundamental conhecer o que vem pela frente a fim de estarmos preparados para os desafios que virão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *