55 (47) 3241-0800

NOSSO BLOG

Todas as novidades em um só lugar

Consumo: o papel da consciência ambiental para o sucesso das marcas

24 de maio de 2019

Plástico nas profundezas do oceano

Recentemente, uma expedição recordista com submarino alcançou a maior profundidade já atingida por um ser humano. A 11 mil metros de profundidade, na Fossa das Marianas, além de indícios de novas espécies, o mergulhador Victor Vescovo encontrou resíduos plásticos, incluindo sacolas.

A notícia correu o mundo e intensificou a polêmica que provoca cada vez mais reflexões sobre o consumo sustentável. Mas não é só o planeta que pede por mudanças; os consumidores têm ditado as tendências e práticas sustentáveis adotadas pelas empresas.

Sustentabilidade como valor

Sustentabilidade é um valor que cresce no nível de exigência dos consumidores ao buscarem soluções em produtos e serviços. Itens de plástico, como sacolas e canudos, por exemplo, já têm sido abolidos por redes e empresas do mundo inteiro na tentativa de reduzir o impacto ambiental causado. Hoje, além de ações que favoreçam o consumo consciente e a preservação do planeta, é necessário que as companhias incorporem nos próprios valores a sustentabilidade, buscando estar em conformidade com as exigências de quem compra.

Consumidores estão mais interessados no apelo consciente das marcas e procuram maior envolvimento com elas quando o assunto é responsabilidade socioambiental. Marcas com propósito sustentável têm mais chances de conquistarem clientes, apontam os estudos. A Euromonitor International, instituição de pesquisa, das 10 tendências lançadas no início do ano, listou cinco diretamente relacionadas ao consumo consciente em suas previsões de consumo para 2019.

O propósito é quem decide

O que as pessoas buscam hoje é o propósito embutido no produto ou serviço, a constante busca da marca pela responsabilidade socioambiental e os valores, os quais devem ser intrínsecos à ela. Na hora da compra, estes aspectos serão decisivos e ajudarão a fazer do consumidor um cliente da sua marca.

Marcas que têm raízes, propósito e razão de ser estão à frente das empresas que ainda não se preocuparam com estes aspectos. Acompanhar essa transformação cultural demanda inovar, começando pela construção de uma marca consciente e comprometida com o planeta e com o consumidor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *